14/02/09

PINTASSILGO


Este singelo passarinho é conhecido por vários nomes: Coroinha, Baianinho, Pintassilgo da Bahia, Yarrell’s Siskin, Yellow-Faced Siskin, entre outros. É um pássaro do gênero Carduelis e espécie yarrellii da família Fringillidae e sub-família Carduelinae. É um cantor incansável, seu canto é repleto de variações melódicas, em andamento rápido e pode durar até cinco minutos sem pausas. Mede, dependendo da área de ocorrência, entre 10 e 11 centímetros. Esta espécie de Carduelis ocorre no Nordeste do Brasil, do Rio Grande do Norte ao norte e nordeste da Bahia e também, na Venezuela. Os machos têm o abdomen, o peito, a garganta, os lados da cabeça, a nuca e o baixo dorso de cor amarelo-vivo; o alto dorso é amarelo-esverdeado; o bico é cinzento escuro, assim como as pernas; o alto da cabeça (coroa), as asas e a Caudaa são negras, estes últimos com marcações amarelas e cinzentas que são características de identificação de espécies americanas do gênero Carduelis. As fêmeas, semelhantes aos machos, não possuem a coroa negra e as cores são esmaecidas. Os filhotes, antes da plumagem adulta, são semelhantes às fêmeas, porém, o bico é negro. Existe ainda, uma variação que ocorre apenas no Brasil que é considerada por alguns como uma raça à parte, são os conhecidos "Zorros", devido ao negro da cabeça se estender muito abaixo do olhos. Outros estudiosos e interessados sugerem que esta variação seja produto de uma mestiçagem entre Carduelis yarrellii e os Carduelis magellanica que se encontram e cruzam no estado da Bahia. Por enquanto, não há nada comprovado. Habitam geralmente campos e pastagens, no Brasil vivem também na Caatinga.



Estes passarinhos vivem com facilidade em cativeiro, são mansos e longevos. É importante preservar a espécie na forma mais pura possível, para futuramente, se for o caso, serem reintroduzidos em seu habitat natural. A postura é de três a cinco ovos, se for natural de uma a duas posturas por temporada, a incubação é de aproximadamente doze dias e com trinta e cinco dias os filhotes já podem ser separados dos pais. Podem ser criados em gaiolas de criação de Curiós ou de Bicudos. Quanto a alimentação, pense num Canário do Reino do gênero Serinus, estes são os parentes mais próximos dos Pintassilgos. É tão fácil alimentar os Pintassilgos quanto um Canário. A alimentação consiste principalmente de alpiste, folhas verdes, jiló e ovo. É imprescindível a higiene e a água sempre limpa.



Para adquirir um Pintassilgo do Nordeste, só mesmo se você for registrado no IBAMA ou adquirir os pássaros com nota fiscal de criadouros comerciais legalizados. O pássaro tem de estar anilhado, anilha fechada, diâmetro de 2,4 milímetros e não violada, ou seja,

não amassada, não cortada ou alargada.

3 comentários:

  1. a ave citada na foto não se trata de um pintassilgo do nordeste,carduelis yarrelli,e sim de um carduelis tristis,pintassilgo de origem norte americano,de tamanho bem maior...

    ResponderExcluir
  2. pintassilgo é um ótimo passaro canóro e de cores exuberantes

    ResponderExcluir